Notícia

OS DESAFIOS DA INCLUSÃO E MASSIFICAÇÃO DOS FPA ENQUANTO INSTRUMENTOS DE POUPANÇA

Os desafios da inclusão e massificação dos fundos de pensões abertos enquanto instrumentos de poupança” foi o tema abordado nesta terça-feira 23 de Fevereiro, num ambiente de mesa redonda virtual, via zoom meetings, que contou com a presença de 109 participantes dentre os diversos stakeholders do sector de fundos de pensões.

 

Os oradores convidados, Dr. Jesus Teixeira, Assessor do Conselho de Administração da ARSEG, Dr. João Neto, ex-PCA da Fénix Pensões, S.A., Dr. Henda Mondlane, Presidente da AAAT, e, Dr. Domingos Matamba, Actuário, afloraram as principais problemáticas em torno da massificação dos fundos de pensões, como sendo, (i) a concessão de novos produtos de fundos de pensões abertos; (ii) os incentivos fiscais; (iii) os investimentos, propriamente, títulos do estado vs depósitos a prazo; e, (iv) a literacia financeira como instrumento de captação de novos participantes, com o fito de garantir a promoção e fomento da poupança, com principal destaque para os fundos de pensões abertos, tendente, ao aumento do índice de penetração deste produto a nível nacional.

 

Actualmente, o país conta com 36 fundos de pensões constituídos, dos quais, apenas 9 são fundos de pensões abertos.

 

Para assistir ao vídeo da mesa redonda, clique neste link

 

 “ARSEG - Supervisão Credível, Protecção Garantida, Angola Segura“

AGÊNCIA ANGOLANA DE REGULAÇÃO E SUPERVISÃO DE SEGUROS, em Luanda, aos 23 de Fevereiro de 2022.

23/02/2022